Mostrando postagens com marcador vídeos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vídeos. Mostrar todas as postagens


Hoje temos aquele que já foi chamado de o "mais popular de todos os doces do Nordeste", nas palavras do historiador Câmara Cascudo, em seu livro "A História da Alimentação". Tão presente no país que o antropólogo Raul Lody chegou a dizer que apreciar o quitute "é um meio de olhar atenciosamente para a cultura popular". Pra mim, na verdade, trata-se de simples gulodice de uma tarde de domingo. 

Tanto que a cocada tradicional é definida como doce cujos ingredientes básicos são açúcar, manteiga e coco ralado. Mas, como miséria pouca é bobagem, resolvi fazer esta com leite condensado. E só pelas fotos dá pra notar que ficou ótima. 

Apenas um alerta : você pode fazer com "coco de saquinho" e qualquer leite condensado, mas saiba que terá um produto inferior. O ideal é coco fresco e o melhor leite condensado que encontrar. 

Vamos lá .

Ingredientes
  • 1 e 1/3 xícara (chá) de leite integral (ou 320 gramas)
  • 1 xícara (chá) de açúcar (ou 180 gramas)
  • 400 g de coco ralado  fresco (ou industrializado em flocos)
  • 1 lata de leite condensado


Preparo

1.  Para descansar os doces, usei um tapete de silicone. Mas se não tiver, unte uma assadeira grande com óleo e reserve.

2.  Em uma panela grande despeje todo o leite e o açúcar. Ligue o fogo alto e quando levantar fervura abaixe o fogo e deixe por 5 minutos, mexendo de vez em quando. 

3.  Em seguida, coloque o coco ralado. Misture até soltar do fundo da panela e secar o líquido. 

4.  Adicione o leite condensado, misture em fogo baixo até soltar do fundo da panela, como se fosse um brigadeiro. Desligue o fogo. 

5. Com uma colher de sopa, pegue porções da cocada e coloque em cima de um tapete de silicone ou na forma untada. Espere secar em temperatura ambiente, ou na geladeira para agilizar.

Dicas

  • Se quiser guardar a cocada, deixe esfriar bem e armazene num recipiente com tampa hermética.
 Para tirar o coco da casca
  • Com um saca-rolha ou uma chave-de-fenda, faça um furo em dois dos “olhos” do coco. Retire toda a água. 
  • Aqui, coloco o coco inteiro ou já quebrado diretamente sobre a chama do fogo. É a maneira mais rápida, pode acreditar ! Mexa com uma pinça até que toda a superfície esteja chamuscada. Se optar pelo coco inteiro, após "queimar" levemente a casca, quebre o coco e, protegendo uma das mãos com uma toalha, retire a polpa com a ajuda de uma faca sem ponta.
  • Mas outra maneira de eliminar a casca é colocar o coco no forno aquecido (no alto) por uns 15 a 20 minutos (ou até ele rachar). Deixe esfriar e retire a casca forçando a rachadura com uma faca sem ponta. 
  • Algumas vezes o coco também já sai sem a casca mais escura e só precisa descascar alguns locais onde ela ficou. Mas se precisar retirar  a casca, use um descascador de legumes.
  • Após, rale manualmente ou utilize um processador. Mas, atenção, deixei o coco recém ralado secar  por pelo menos um dia ou acelere o processo levando-o a um forno pré-aquecido e desligado. Se usá-lo imediatamente, a consistência da cocada será mais cremosa e a cocada demorará pelos menos três dias para secar por fora. 
  • Se tiver tempo, faça isso com dois ou três cocos, coloque em sacos plásticos previamente pesados e datados. No freezer, o produto pode ficar por até seis meses.
0


Pense num bolo bom... é esse ! A aparência imponente engana, pois é de preparação muito simples. Mas o sabor remete às tradições da confeitaria inglesa, com sabor marcante, texturas variadas e delicadeza de todo o conjunto. Também é chamado de "bolo Ashburton", uma pequena cidade no sudeste da Inglaterra, no condado de Devon. Ali é presença constante nas casas de chá espalhadas pela região.

Rende um bolo com recheio e cobertura de 23 cm e serve, com fartura, até oito pessoas. A massa pode ser preparada e assada no dia anterior e você pode congelar, sem cobertura, por até dois meses. 

INGREDIENTES

200 g de farinha de trigo com fermento
300 g de açúcar cristal (granulado)
1 colher de chá de fermento químico em pó
1 e 1/2 colher de sopa de canela em pó
175 ml de óleo de girassol
2 ovos levemente batidos
1 colher de chá de extrato de baunilha
100 g de cenouras cruas raladas
100 g de nozes picadas
60 g de coco ralado
220 g de abacaxi em calda

Obs.:
A) A farinha com fermento existe em pelo menos tr~es marcas: Dona Benta, Rosa Branca e Boa Sorte
B) O abacaxi deve ser coado, picado em fatias e picado
C) Use duas formas de bolo redondas e rasas (23 cm) untadas e forradas com disco de papel-manteiga

COBERTURA :

200 g de cream cheese integral
100 g de manteiga amolecida
200g de açúcar de confeiteiro
1 colher de chá de extrato de baunilha

PREPARO

1. Pré-aqueça o forno a 180°C.  

2. Coloque a farinha em uma tigela grande, acrescente o açúcar, o fermento e a canela e mexa bem.

3. Adicione o óleo, os ovos e o extrato de baunilha e mexa bem com uma colher de pau ou espátula. Acrescente as cenouras, as nozes, o coco ralado e misture até obter uma pasta homogênea. Por fim, delicadamente, incorpore o abacaxi picado. 

4. Coloque a massa por igual nas formas de bolo e asse por 45 a 50 minutos ou até que os bolos tenham crescido e dourado. Para verificar se estão cozidos no meio, espete o centro com um palito de madeira (se, ao retirá-lo, ele estiver limpo, os bolos estão prontos). Transfira para uma superfície gradeada e deixe esfriar completamente. Esta etapa é importante, pois o calor do bolo pode derreter o creme.

5. Cobertura : Coloque o cream cheese e a manteiga na batedeira. Peneire o açúcar de confeiteiro por cima, acrescente o extrato de baunilha e bata até obter uma pasta.

6. Retire os bolos das formas e descarte o papel-manteiga. Vire um dos bolos de cabeça para baixo em um prato e espalhe a cobertura por cima. Arrume o segundo bolo sobre o primeiro e coloque o resto da cobertura por cima.

0


Ainda não conseguiu eliminar aqueles quilos extras do Final de Ano ? Você precisa "tomar um rumo" alimentar, mas não dispensa um bolo caseiro ? Pois seus problemas acabaram... 

A sugestão de hoje é um delicioso bolo de banana, que além de saudável, é funcional. Não leva farinha ou açúcar e, de quebra, traz na composição aveia e uva passa, ingredientes que vão ajudar seu organismo a funcionar melhor.  Vamos lá.

INGREDIENTES
  • 4 bananas-prata ou naninas bem maduras
  • 1/2 xícara (chá) de uvas-passas
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 2 xícaras (chá) de aveia em flocos
  • 2 colheres (sopa) de fermento

PREPARO

1. Unte uma forma pequena, polvilhe com farinha e reserve. Eu preferi uma forma que faz quatro unidades pequenas.

2. Corte as bananas em rodelas e bata no liquidificador, com as passas, os ovos e o óleo.

3.  Em uma tigela, junte a aveia e o fermento.

4. Adicione a mistura cremosa dos ingredientes batidos no liquidificador aos ingredientes secos. Misture bem até formar uma massa homogênea.

5. Leve para assar em forno preaquecido a 18ºC durante 20 minutos ou até dourar. Deixe esfriar por alguns minutos e desenforme.

Dicas : a ) Você pode, como eu, fazer vários bolinhos e, depois de frios, embalar individualmente e congelar. Quando o primeiro estiver acabando, basta tirar o segundo do freezer;  b ) Como cada forno tem um jeito, além do dourado da superfície, sempre vale fazer o teste do palito ou de uma faca fina. Espete o bolo e se sair limpo, está pronto.  

0


Esse é um doce tradicional. Uma sobremesa típica, que mistura o melhor do bolo e do pudim, para um resultado simplesmente delicioso. Isto mesmo: um bolo com textura de pudim.  Espero que gostem

INGREDIENTES

1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de leite
6 ovos
1 colher (sopa) de manteiga
100 g de coco ralado
100 g de queijo parmesão ralado
6 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
Fios de ovos para decorar

PREPARO

1. Pré-aqueça o forno a 180°C. Prepare uma forma de buraco no meio, caramelizando-a com 1/2 xícara (chá) de açúcar. Reserve.

2. No liquidificador, bata o restante dos ingredientes, menos os fios de ovos.

3. Coloque na forma reservada e leve ao forno médio, pré-aquecido, em banho-maria, por 50 minutos ou até firmar.

4. Espere esfriar, leve à geladeira por 1 hora e desenforme.

5. Sirva decorado com fios de ovos.

2

Clique nas imagens para ampliar
Recorde de acessos em um só dia, a receita postada ontem -- Pé de Moleque (Macio) -- me animou a preparar hoje um outro clássico : Biscoito Amanteigado ou o popular Beliscão de Goiabada. 

É um doce fácil de fazer, com ingredientes igualmente fáceis e que agrada a crianças e adultos. Num fim de tarde, especialmente num dia frio como hoje, vai bem com um café fresquinho ou com o chá de sua preferência. 

INGREDIENTES

  • 250 gramas de margarina sem sal
  • 150 gramas de açúcar
  • 1 ovo (clara e gema) + 1 gema
  • 1 colher de fermento em pó
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 300 gramas (pelo menos) de goiabada cascão

MODO DE FAZER


Massa :
Junte a margarina, a farinha de trigo, o açúcar, os ovos (um ovo inteiro + uma gema) e o fermento em pó numa tigela grande ou sobre a superfície que preferir. Misture bem com as mãos até formar uma massa consistente, como de brioche. 

Basta amassar bem que a massa chegará ao ponto ideal. Não acrescente nenhum outro item (água, óleo ou mais farinha), pois pode comprometer o sabor e a textura.

Recheio:
Corte a goiabada em retângulos finos.  Cubos ou pedaços muito grossos podem dificultar o feitio ou esconder a goiabada. O ideal é que ela apareça nas duas aberturas da massa.



Preparo:
Abra a massa em uma superfície enfarinhada com ajuda de um rolo. Corte-a em círculos com a ajuda de um copo pequeno ou de uma xícara de café -- escolha em casa um desses itens para lhe ajudar. O ideal é que os círculos não fiquem nem grandes e nem muito pequenos. 

Coloque um pedacinho de goiabada no centro e dobre a massa, unindo duas pontas opostas com um beliscão. Arrume-os em forma untada ou numa forma revestida de teflon e leve ao forno preaquecido. Abaixe o fogo e aguarde por cerca de dez minutos. Retire e espere esfriar para servir, pois ainda quente o gosto da manteiga é acentuado, dando a impressão que a massa ainda está crua.

Dicas:
  1. Não coloque pedaços muito grandes de goiabada em cada porção de massa. Caso isso ocorra, a goiabada, ao derreter, pode grudar na forma.
  2. Cuide do forno, pois o tempo recomendado (cerca de 10 minutos) varia de acordo com a potência e a temperatura de seu fogão. Portanto, mantenha o fogo baixo e quando estiver dourando em baixo, pode retirar.
  3. Se preferir, pode variar no recheio, com pedaços de chocolate ou doce de banana. Mas, em ambos os casos, convém fechar a massa em forma de trouxinhas para evitar que este escorra pela assadeira. 
0

Tia Sô

authorOlá, meu nome é Solange Grignolli. Nasci no Paraná (com muito orgulho) e, não posso negar, sou do século passado. Adoro o Sul do país e as coisas simples da vida. Sou sincera, honesta e leal. Adoro meu marido, meu filho, meus amigos e minhas cachorrinhas. Sou o que sou, sem frescuras, e gosto muito de pessoas assim também.
Seguir